segunda-feira, dezembro 24, 2007

Feliz Natal !

Caros amigos,

Um Feliz Natal para todos!

segunda-feira, dezembro 17, 2007

“Boa noite meus Senhores… ganhou a Lista B!”

E foi assim que todos ficámos a conhecer o resultado de mais um acto eleitoral para a concelhia do PSD, em Sever do Vouga. Foram três semanas de muito trabalho, dos dois lados da contenda, para convencer todos os militantes na defesa de cada proposta. A lista B, encabeçada pelo António Ferreira ganhou e representa, assim, o virar de mais uma página da vida do PSD local.

Chega, então, ao fim mais um ciclo de um mandato que falou muito, trabalhou muito, mas, infelizmente, foi inconsequente no combate político municipal. Nesse campo foi pouco o que se ganhou e provavelmente mais o que se perdeu em termos de credibilidade.

Relembro as repetidas vezes que ouvimos estórias sobre ilegalidades e compadrios promovidos pelo actual executivo camarário e que seriam todas postas a nu, mas não se chegou a lado nenhum. Agora vejo o quão inocentes fomos todos durante este tempo em que fomos acreditando na via mais fácil de vencer - na secretaria. Supostamente uma entidade superior teria acesso a informação muito importante que, a ser revelada, faria cair em desgraça quem orientava os destinos desta vila. Esta pólvora seca durou alguns anos mas acabou por ter um fim nesta eleição dramática. Apesar de tudo, muitos dos que foram às urnas ainda acreditavam que os cartuchos não eram vazios e que, no fundo, algo permanecia escondido e viria, mais cedo ou mais tarde, à tona.

Se no combate político municipal o PSD saiu claramente derrotado, na política interna saiu vencedor. A equipa agora deposta foi, sem dúvida, a grande dinamizadora do partido nos ultimos anos e tentou sempre, sob a égide PSD, fomentar iniciativas que, quem sabe, poderão trazer alguns votos no futuro. Cabe agora à nova equipa "manter a chama acesa" para definitivamente potenciar o que já foi feito. A tarefa reservada a quem agora sai é a de manter a dinamização que iniciaram e ninguém quer que aconteça o que acontece sempre, ou seja, quem perde prá concelhia vai dar a mão ao adversário!

Quanto às eleições propriamente ditas, foram quatro os votos que separaram as duas listas – 77 votos a favor da Lista A, 81 a elegerem a Lista B. Dos 178 inscritos nos cadernos eleitorais com direito a voto, 161 foram às urnas, o que dá uma indiscutível e poderosa legitimidade a quem ganhou.

Não me lembro de haver uma participação tão intensa. Estes 90,45% de votantes mostram a força que há no partido. Basta agitar um pouco as águas e as pessoas aparecem e participam. Estão de parabéns todos os militantes (sem excepção) e está de parabéns o PSD Severense.

Agora começa o desafio mais importante do partido dos últimos anos. Deve aqui iniciar-se uma campanha que deverá ter como epílogo a vitória nas eleições autárquicas de 2009. Nestes quase dois anos que faltam, o PSD deverá ser capaz de dinamizar os Severenses para o interesse da alternância democrática sob pena de nos continuarmos a afundar nas estatísticas e mantermo-nos, para sempre, de mão dada com a desertificação que será inevitável se mantivermos o estado actual das coisas. A gestão municipal tem que ser exercida todos os dias e não só a pensar na maquilhagem para emigrante ver!

Abraço

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Fácil... é quando estamos de fora!

Olá,

No próximo sábado, Sever do Vouga tem mais uma eleição para a concelhia do PSD e eu sou candidato, integrando a lista B, encabeçada pelo António Ferreira. Com esta candidatura pretendo, entre outras coisas, desafiar todos aqueles que acham que eu falo muito e trabalho pouco - ora, esta é a oportunidade certa para eu poder provar que não têm razão! Aguardo o vosso voto.

Entretanto, a experiência que fui acumulando ao longo destes anos, permite-me verificar que há algumas batalhas que têm que ser encetadas de imediato.

A primeira delas é a batalha contra a intolerância e a arrogância. Ultimamente, temos tido uns presidentes que têm a mania que são presidentes, isto é, acham que o "posto" de presidente lhes dá espaço para poderem ser intolerantes e arrogantes. Ora, esta posição é contrária a tudo o que se pretende. O partido (e os seus representantes) tem que ser um espaço aberto - à discussão, à diferença de opinião, às novas ideias - e tolerante. A arrogância do poder geralmente ofusca a visão a quem a pratica - impede, na prática, de ver os problemas com outros olhos e de aceitar a opinião divergente e deve, portanto, ser combatida.

Uma outra batalha é ao absentismo. Não estou a falar do simples facto das pessoas não irem votar. Estou a falar do absentismo geral na vida cívica Severense. As pessoas já não se interessam por nada, esteja bem ou mal feito. Já não se filiam em partidos, já não vão para a rua, já não contestam o poder... enfim, estão ausentes em tudo, dando a ideia que está tudo sempre bem! Ora, eu acho que não será bem assim. Acho que as pessoas estão apenas "adormecidas" pela decadência moribunda que lhes foram impondo e obrigando a suportar durante todos estes anos... sempre à espera com uma réstea de esperança que, quem sabe, venha o D. Sebastião mudar o rumo aos acontecimentos. Toda esta gente tem que perceber que a mudança está nas mãos delas e, na sociedade cívica, só há mudanças quando as pessoas se empenham em objectivos comuns e tornando-se activistas (não no mau sentido) por uma causa.

Finalmente, a batalha mais difícil será a que acabará com a política de taberna. Este maldito hábito de tratar dos assuntos importantes para Sever à volta da patanisca (ou da sandes de atum com marmelada) e do copito de vinho (com muito grau) tem que acabar. É necessário pensar na forma como devemos projectar o futuro para Sever. Porque não juntar a opinião das pessoas - de todas as que estiverem dispostas a dar o seu contributo - e ouvi-las... com ouvidos atentos, estou certo que muitas darão as suas ideias e descobrir-se-ão imensas dispostas a lutar - com unhas e dentes - pela implementação no terreno daquilo que pensam... "Só" falta mesmo juntá-las e ouvir o que têm para dizer!

Amigos, estou ansioso que venha o dia 15 de Dezembro para mostrar a todos que ainda há esperança para Sever!

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Há coisas que não se esquecem!

Não esquecemos os nossos professores da primária, os nossos amigos de infância, a primeira namorada e o primeiro beijo, o dia em que acabamos o curso, enfim... uma quantidade enorme de momentos passados que não abandonam as nossas memórias! Mas não são só coisas positivas pois há também momentos negativos que teimamos em não esquecer, especialmente quando abalam as nossas convicções mais sinceras.

Não me esqueço, por exemplo, que o PSD concelhio perde as eleições autárquicas - pelo menos desde 1989 - porque não consegue criar uma estratégia de longo prazo e apresenta sempre candidatos a muito pouco tempo das eleições, inviabilizando qualquer hipótese de convencimento das pessoas de que o candidato poderá trazer qualquer coisa de novo! São sempre os mesmos chavões, sempre as mesmas rotinas e formas de abordagem, enfim, sempre o mesmo "circo".

Em 2009 há novas eleições e o PSD prepara-se para nos dar mais do mesmo. Candidatos feitos à pressão, vindos de todos os cantos de Sever (e de fora também), sem qualquer preparação política, sem convicções, sem "sentido de estado", capazes de se "divorciarem" do partido na primeira contrariedade, enfim... a bandalheira normal.

É quase certo que o candidato do PS vai ser o mesmo - o Dr. Manuel Soares. Duvido que não o faça até porque algumas das raras promessas que fez estão por cumprir. Alguns dirão que ainda falta 2 anos, mas não estou a ver nem a barragem nem o pólo universitário a ser realidade em tão pouco tempo. Vai daí, o homem vai seguramente ser candidato novamente.

As tácticas que deram frutos no passado, continuam no presente. Já se ouvem, por aí, uns rumores acerca de uns potenciais candidatos à liderança, entre o actual vereador Coutinho e o filho de um grande empresário de Sever, o tabu típico do "não me vou candidatar a menos que me peçam" mas, para mim, faz tudo parte da táctica do costume...

Portanto, o PSD vai ter que estar pronto para lutar contra o "monstro" - aquele que nunca venceu em 20 anos e que terá que ser derrotado sob pena de passarmos mais 4 na obscuridade regional e na vertigem da desertificação final, fruto das políticas "à la minute" com duração de 4 anos.

Esta guerra será desigual, principalmente porque os maiores apoiantes do "regime" provêm das entranhas do partido, ou seja, são muitos os "Brutos" prontos a pegarem no punhal para dar a facadinha pelas costas, tal qual a morte de Júlio César, na antiguidade... (também tu, meu filho?).

Mas pergunto eu agora: onde está o programa eleitoral que o PSD apresentou em 2005? Em que consistia? Onde está a defesa dessas ideias? Onde estão as iniciativas dos nossos autarcas eleitos? E da Concelhia?

Nada. Nem uma pergunta destas tem resposta... Poderão, eventualmente, alguns, dizer que os nossos autarcas eleitos, juntamente com a concelhia, até têm feito boa figura e que até têm feito "umas coisas", mas a verdade é que não se vê quase nada! Folheiam-se os jornais destes últimos dois anos e, além dos típicos comunicados à imprensa a "esclarecer" as asneiradas que se vão fazendo (mais valia estarem calados e quietos) e uma ou outra notícia esporádica de desavenças durante as sessões da Assembleia Municipal, não se vê mais nada... Por outras vias vamos sabendo que se foram fazendo uns passeios por aí e umas tainadas para manter o povo feliz... mas isso não tráz nada de enriquecedor para Sever, não se debatem os verdadeiros problemas, não se faz distinguir aquilo que é bem feito do que é mau, enfim, não se faz a oposição que é necessária para as coisas andarem para a frente.

É certo que nunca, nestes 20 anos, o PSD apresentou o mesmo candidato em 2 eleições consecutivas e que pode eventualmente estar à beira de o fazer e também é certo que os candidatos perdedores anteriores "abandonaram o barco" sem deixarem saudades mas, em bom nome da verdade, foram 20 anos de desuniões, de traições e, principalmente, de muito pouco trabalho.

E afinal, é para isso que as pessoas os elegem - para trabalharem!

Abraço

sexta-feira, novembro 23, 2007

http://www.novavagapsd.blogspot.com/

Olá a todos,

Sem dúvidas que me tenho que juntar a esta causa, que é de todos.

Inicia-se, assim, um projecto que terá que ganhar momentum, de forma a atingir o fim desejado, que é a mudança.

Mudança do futuro que parece inevitável. Mudança de mentalidades. É fundamental que haja esperança com esta nova vaga de vitalidade e entusiasmo à volta do objectivo de recolocar Sever no mapa.

Resta-me deixar o link:

Um abraço

segunda-feira, novembro 19, 2007

E agora, PSD?

Olá,

A 7 de Novembro de 2005, fazia eu a análise às últimas eleições autárquicas:

"PSD
Derrotado? Vencedor? Há quem diga que a análise ao PSD não é fácil. Arregacemos as mangas e peguemos na calculadora e ver o que dá.
Conseguiu a mesma votação que há 4 anos, em nº de votos e em mandatos, mas desta vez concorreu sozinho - deste ponto de vista, é uma vitória. No entanto, a nível político-partidário elege o candidato principal PSD - o Dr. João Miguel Almeida - escolhido de uma forma muito pouco democrática (sim... eu estava lá), o Engº António Rodrigues, conotado com o PS, e o mal-amado do PSD por tantas infidelidades e divórcios, Alberto Gonçalves (ou Beto prós amigos). Esta mistura de credos não deverá resultar e antevenho muita confusão nos próximos quatro anos - esperemos que não, a bem do nosso município."

Ora bem, tal como antevia, as coisas azedaram e as candeias andam às avessas pelos lados do PPD/PSD Severense. O (agora ex-) vereador Beto decidiu bater com a porta farto da desconfiança política que a concelhia do PSD lhe transmitia e pelo "bota abaixo" contante... a concelhia decidiu retirar a confiança política que (man)tinha porque achavam que o seu vereador queria era protagonismo e ficou descontente com o lugar que ficou na lista... como se isto tudo não bastasse, a concelhia, à má fila ou de má fé (como queiram), decide renunciar ao mandato e marcar eleições para o dia 15 de Dezembro, já daqui a 3 míseras semanas...

Mas afinal de que é que estavam todos à espera?

Só quem não conhece as pessoas em causa ou quem não anda atento, é que poderia esperar outra coisa. Com a (de)formação política de quem está à frente dos desígnios do PSD Severense, até é de estranhar a coisa ter durado tanto tempo...

O mais engraçado desta comédia labrega é que a renúncia da comissão política deveria significar que não viram reunidas as condições de confiança necessárias, junto dos seus eleitos, para continuar à frente da preparação da oposição ao Executivo de Sever e que, afinal, teria sido um erro grosseiro forçar a renúncia do vereador Beto... ou então não!

Na minha opinião, esta renúncia não passa de uma jogada de muito baixo nível, típico do também baixo nível democrático e de pouca formação política desta gente, que tão pouco abona a favor do Partido PSD. Só quem não perceber mesmo nada disto é que não vê que a renúncia e marcação de eleições em tão pouco tempo serve só para preparar a casa a uma nova candidatura daquele que já provou não ser digno e muito menos capaz, de representar o PPD/PSD nas próximas eleições autárquicas, ou seja, o inspector-chefe da comandita, que levou um banho à porta de casa nas últimas autárquicas! Se calhar está na altura de lhe fazer o que o PSD de Vale de Cambra fez...

Sinceramente não me parece que esteja muito errado no que escrevo, porque se estivesse, as mesmas pessoas que renunciaram aos cargos para que foram eleitos, não andavam já a desfazerem-se em contactos para preparar a nova candidatura para ir a votos no dia 15 e a tentar enganar quem procura criar uma alternativa em condições mínimas que garanta candidatos de jeito nas próximas autárquicas!

A arrogância paga-se caro e o PSD Severense vai de mal a pior... está na altura de mudar de rumo e dar lugar a quem realmente queira fazer alguma coisa, sem olhar aos interesses nem aos lugares!

domingo, outubro 28, 2007

Eleições do PSD - Desenvolvimento

Boas,

Demorei um pouco mais que é costume para escrever este post. Confesso que estive a ver a poeira a assentar, antes de comentar fosse o que fosse sobre a nova presidência. Além do mais, nem tudo o que escrevi no post anterior foi correcto - tive essa consciência quando me alertaram que o mandatário de Menezes era o Presidente da Concelhia!!

Olhando para o que aconteceu, vejo que, afinal, o PSD de Sever do Vouga saiu vencedor. Não estou a falar das pessoas que o compõem - obviamente uns ganharam outros perderam, até porque estavam espalhados por ambos os lados da barricada numa estratégia clara de não ficar prejudicado, qualquer que fosse o resultado - mas estou obviamente a falar das vantagens políticas agora ganhas, senão vejamos:

1. O novo Presidente do PSD é do distrito de Aveiro, apesar de ser presidente de Gaia, posto que, claramente, ficará relegado para segundo plano;

2. O novo Secretário Geral do partido é também do distrito de Aveiro, provavelmente o melhor Presidente da Câmara e o melhor Presidente da Distrital que algum dia por cá passou e que transformou, entre outras façanhas, uma grande aldeia de pescadores na cidade cosmopolita que é Ílhavo e recolocou o distrito de Aveiro no mapa Geopolítico nacional;

3. O novo Presidente da Mesa é um antigo amigo de Sever do Vouga. Não me esquecerei dos já distantes tempos da Severo de Carvalho (não tenho medo em falar dessa altura, até porque nunca estivemos tão bem como nesse tempo - quem disser o contrário ou é hipócrita ou trabalha na Câmara) e das inúmeras visitas do Dr. Ângelo Correia à nossa terra;

4. Todo este elenco (já para não falar dos acessores e demais elementos da lista vencedora que são de Aveiro) poderá proporcionar ao distrito a visibilidade que ele merece e, com isso, potenciar o aparecimento da nossa terrinha no mapa do Portugal positivo;

Conclusão: Menezes e o seu casting dão todas as evidências de que darão muita luta até 2009. Não tenho dúvidas que Sócrates andará a distribuir presentes e que - provavelmente - ganhará em 2009, mas também não me restam dúvidas que não terá a maioria absoluta.

domingo, setembro 30, 2007

Eleições do PSD Nacional

Olá,

Umas semanas antes do dia das directas do PSD fui abordado no sentido de fazer parte de uma lista de apoio ao candidato Marques Mendes. Tive a oportunidade de dialogar com o meu desafiador e explicar-lhe que as favas contadas não estavam assim tão bem contadas e que, na minha opinião, o candidato com mais capacidade para vencer seria o Filipe Menezes.

Tal como era de esperar, os pesos pesados do partido estavam com Marques Mendes, a máquina estava a trabalhar a seu favor e havia muita campanha anti-Menezes... Esqueceram-se, porém, os senhores de Lisboa que o Norte estava na corrida, não fosse o Porto o distrito com mais militantes votantes, nas bases do partido. Ora, o Porto de Rui Rio está com Gaia de Menezes. Lisboa de Santana e Sintra de Seara também. Quer queiramos, quer não, estamos a falar dos quatro maiores municipios do país, com um total aproximado de 2 milhões de pessoas - é por estas e por outras que a oposição de Menezes veio imediatamente a terreiro fazer o bota abaixo numa clara tentativa de fazer desacreditar o novo líder do PSD: Louçã, Soares e Marcelo lá vieram para a TV dizer as barbaridades do costume (espanta-me que ainda haja gente que os houve) - o medo que Menezes faça renascer o PSD é muito!!

Entretanto, e porque me foi pedida ajuda pelo mandatário Severense, acedi ajudar no que pudesse em nome da estabilidade e unidade do PSD de Sever do Vouga, e essa ajuda era não fazendo campanha anti-Mendes. Obviamente que essa garantia chegou ao fim com a derrota de Mendes e com mais uma derrota do PSD Severense.

Eu não votei, por duas razões principais: por uma questão de principio, para ser verdadeiro comigo mesmo uma vez que não sou daqueles que só aparecem quando há eleições e porque estou em Lisboa a trabalhar, o que me impossibilitava de chegar a tempo ao escrutínio.

É assim... de surpresa em surpresa o PSD lá vai erguendo a cabeça... resta agora ver o que Menezes nos vai trazer!

Abraço

quarta-feira, julho 25, 2007

Votação

Olá amigos,

Não vos sei dizer ainda se voltei para ficar ou não. Decidi aproveitar as novas funcionalidades do Blogspot para introduzir uma pequena votação (no lado direito) à qual gostaria que todos participassem.

Releio o meu blog, a quase 1 ano de distância, e fico com a sensação que os posts continuam actuais... não sei se é impressão minha ou se é a constatação da triste realidade...

O que é certo é que em 2009 lá teremos que escolher alguém para gerir os destinos da nossa terrinha e está na altura de recomeçar a trabalhar para o "bem comum". Vamos ver se, por estes dias, já começo a escrever com regularidade, para que nenhum de nós perca o norte e se deixe (des)iludir, uma vez mais, por quem já provou que é incapaz de pôr Sever no mapa.

Entretanto, vou pensando um pouco no futuro que está aí à porta... pegando no exemplo de Lisboa, e tendo em conta que as pessoas estão cansadas dos partidos - principalmente do PSD em Sever - vou estar de olho e ver o que se anda por aí a preparar... não esquecer que o que está a dar são listas de Independentes e a esta (curta) distância já deve haver movimentações!!

Um grande abraço